Como estudar para as provas objetivas da AGU?

O post de hoje será sobre provas objetivas de uma forma ampla, posteriormente farei um sobre subjetivas e o último sobre PGF e ambas as provas no mesmo fim de semana. Espero ajudá-los!

As provas objetivas possuem o apelido de “peneirão”. Isso se dá ao fato de que nessa fase os alunos que possuem um maior leque de conhecimento sobre o edital, possivelmente alcançarão as melhores notas. Aqui, tudo pode ser cobrado. Obviamente, há alguns assuntos que sempre serão objeto de prova (por exemplo: controle de constitucionalidade – ou você sabe, ou você sabe), mas também há a cobrança de assuntos esquecidos pelos concurseiros. Como resolver esse ponto? Sugiro a leitura de resumos e o aprofundamento APENAS nos tópicos mais cobrados. No decorrer dos estudos, vocês irão perceber quais são os assuntos preferidos das bancas. Alguns cursinhos trazem uma listagem do percentual de cobrança das matérias, e também há alguns livros no mercado com esse objetivo. Eu, particularmente, sempre preferi seguir minha intuição. Acreditar no que está fazendo é meio caminho andado pra aprovação. Pois bem. Como eu gostava de estudar focada para as primeiras fases? Realizava uma “cadernão” de revisão. Ia no site do planalto e salvava as leis em arquivo do word. Ao realizar as questões (usava o qconcursos), ia colacionando os artigos cobrados (grifava no arquivo do word!!) e acrescentava TODA informação que a questão trazia. Por exemplo: a questão cobrou o artigo 50 da CF através de um informativo. Colava o informativo no cadernão, logo após o artigo 50 da CF. Espero que tenha sido clara, mas de qualquer forma anexarei 02 cadernos de exemplo! Como eu estudava apenas para a banca cespe (foco AGU), utilizava o filtro do QC da seguinte maneira: ano 2017, banca cespe, matéria constitucional, nível médio e superior. Ao terminar o ano 2017, ia para o 2016, e assim subsequentemente. Caso você não tenha uma banca fixa, alterne entre as principais: cespe e fcc. Acho suficiente. Perto da próxima revise aquele material de lei seca + questão, vulgo cadernão. O bom disso é que você arquiva TODA questão realizada e percebe que SEMPRE caem as MESMAS COISAS. Repete. Repete MUITOOOO!!! Façam o teste e me digam depois! J A leitura de lei seca também é muito importante (vai auxiliar no encontro dos artigos nas 2 fases), principalmente da Constituição Federal. NÃO DÁ PRA PASSAR SEM LER A CF!!! Fazendo o cadernão, você também (automaticamente) estará estudando a lei, pois verá quais são os artigos queridinhos das bancas. Eu não lia muita lei (nunca li CC, CPC, CPP, CP inteiro), mas acompanhava a doutrina com os artigos do lado e com meu cadernão de revisão. Informativos também é MUITOOOOO importante. Você TEM QUE SABER T O D O S. É questão fácil de prova. Não dá pra perder. Acho importante explicar uma coisa: T O D A prova tem questão fácil (essa não pode errar!!!), média e difícil. As difíceis, obviamente, são aquelas impossíveis, de outro planeta e dimensão. Já as médias e fáceis são aquelas que vc tem que saber para passar. Por isso, o básico é tão importante nos concursos públicos. Muitas vezes com ele, consegues resolver 70 a 80% da prova. TEM QUE SABER: súmula, informativo, questões repetidas e artigos de lei que sempre são cobrados. Outra coisa essencial no concurseiro é saber PRA QUAL CARGO ESTÁ ESTUDANDO. Porque falam tanto nisso?! Porque precisamos de foco?! Para saber O QUE estudar. Pessoal da advocacia pública deve se atentar para os julgados/leis que trazem a Fazenda Pública. Pessoal do Ministério Público, atenção em tudo de MP. Teses favoráveis, até mesmo as minoritárias, são de extrema importância. Por isso, gente. Por isso é tão essencial ter um foco. Modele o seu pensamento pra carreira que almeja. LEMBRE-SE GENTE: NÃO EXISTE MÉTODO PRONTO E PERFEITO. O melhor método é aquele que você aprende! O que eu disse foi apenas uma sugestão, na qual você pode e deve adaptar ao seu jeito de estudar. O post é bem básico, talvez fale coisas óbvias, mas espero que os ajude. Até amanhã. Um beijo carinhoso e bons estudos.

Natália Aglantzakis

Modelo de caderno para revisão: parte-geral-1parte-geral-cp-1

Publicado por nataliaaglantzakis

Advogada da União. 27 anos. Brasília - DF.

7 comentários em “Como estudar para as provas objetivas da AGU?

  1. Olá Natália, tudo bem? Adorei a ideia, já coloquei em prática e senti diferença no desempenho com questões e memorização da lei seca. Você indicaria imprimir esse material? ou lia tudo pelo computador? Obrigada

    Curtir

  2. Olá Natália
    Adorei suas dicas. Descobri o seu blog por acaso, fazendo pesquisa no Google e….rsrs…daqui não saio mais. O conteúdo é ótimo.
    Natália você conseguiu passar na AGU, somente estudando dessa forma, do jeito que você mencionou acima, salvando as normas no word e pesquisando questões, grifando os artigos nessas leis? Ou você estudou mais pela doutrina? Naqueles livros enormes..rsrs?
    Ando meio desanimada sem saber como estudar…afinal o conteúdo é imenso…
    Obrigado

    Curtir

Deixe uma resposta para Ivone Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: